QUESTÃO 06 - Resposta

17/04/2016 13:51

QUESTÃO 06

(UNIFESP – 2010) A lactase é encontrada:

(A) nas microvilosidades dos enterócitos, especialmente na região da cripta.

(B) nas microvilosidades dos enterócitos, especialmente no ápice da vilosidade.

(C) na secreção pancreática e em menor quantidade na saliva.

(D) na secreção pancreática em quantidade proporcional à lipase.

(E) na secreção pancreática e nas microvilosidades dos enterócitos do ápice e da cripta.

 

PET comenta:

            A lactase vem tomando uma posição de destaque em decorrência do aumento expressivo do número de pessoas com intolerância a lactose, pois está enzima é a responsável pela degradação do dissacarídeo lactose nos monossacarídeos glicose e galactose, ação enzimática que ocorre na região superficial das microvilosidades. Após essa conversão a glicose entra no pool de glicose no intestino e a galactose é encaminhada para o fígado onde é convertido a glicose.

            Nesse contexto, sem a enzima ou com sua quantidade insufuciente, a lactose não é absorvida e passa rapidamente para o cólon, onde as bactérias da flora entram em ação degradando a lactose e transformando em ácidos graxos de cadeia curta e gás carbônico por meio da fermentação. Essa ação bacteriana acaba por aumentar a pressão intracolônica e o trânsito intestinal que levam aos famosos sintomas de dor e distensão abdominal. Além disso, a o excesso de lactose não fermentada leva a um aumento da carga osmótica no íleo e cólon aumenta a secreção de fluidos de modo a amolecer as fezes.

            O teste de intolerância a lactose mais usado atualmente usa da fisiopatologia da degradação em glicose e do sue consequente aumento na glicemia de acordo com uma curva glicêmica. Desse modo, mede-se a glicemia de jejum e, logo após, oferece uma garapa de lactose, e vai-se aferindo a glicemia a cada hora para fazer a curva. Se a curva passar do referencial do laboratório mostra a capacidade do paciente em degradar a lactose e se a curva não passar o referencial mostra uma insuficiência da enzima lactase.

            Assim, avaliando os itens da questão temos:

(A) nas microvilosidades dos enterócitos, especialmente na região da cripta.(incorreta)

(B) nas microvilosidades dos enterócitos, especialmente no ápice da vilosidade. (CORRETA)

(C) na secreção pancreática e em menor quantidade na saliva. (incorreta)

(D) na secreção pancreática em quantidade proporcional à lipase. (incorreta)

(E) na secreção pancreática e nas microvilosidades dos enterócitos do ápice e da cripta. (incorreta)

 

            Desse modo, o item correto é o B)

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

MATTAR, Rejane; MAZO, Daniel Ferraz de Campos. Intolerância à lactose: mudança de paradigmas com a biologia molecular. Rev. Assoc. Med. Bras.,  São Paulo ,  v. 56, n. 2, p. 230-236,   2010 .   Available from <https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010442302010000200025&lng=en&nrm=iso>. access on  07  Jan.  2016.  https://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302010000200025.

Baixe aqui!

Clique na imagem abaixo e se delicie com nosso E-book em PDF para levar onde quiser.