QUESTÃO 47 - Resposta

06/05/2018 15:50

QUESTÃO 47

(UNIFESP – 2016)  Homem de 62 anos de idade vem no ambulatório de clínica geral para controle de diabetes. Ele usava metformina 1000 mg 2x ao dia e glibenclamida 5 mg 3x ao dia, mas há 2 anos a glibenclamida foi suspensa e iniciada insulina glargina. Ele agora usa 30 unidades de glargina à noite e levanta 2x à noite com episódios de hipoglicemia, mas durante o dia a glicemia varia entre 150- 200 mg/dl. A hemoglobina glicada é 7,5%. Qual a melhor conduta neste momento?

 

(A) Suspender a glargina e iniciar insulina detemir à noite

(B) Diminuir a dose da glargina e associar insulina rápida antes das refeições

(C) Suspender a insulina glargina e reiniciar glibenclamida

(D) Aplicar a insulina glargina pela manhã

(E) Pedir para o paciente comer um lanche antes de dormir

 

PET COMENTA:

 

    Letra A: As insulinas glargina e detemir tem longo tempo de ação, de modo que substituir uma por outra resultará em praticamente os mesmos efeitos. Portanto, provavelmente a hipoglicemia noturna continuaria, assim como a hiperglicemia durante o dia.

    Letra B: Apesar de aumentar o número de aplicações de insulina, é uma boa opção, pois, ao diminuir a dose da glargina, espera-se que cessem as hipoglicemias e, com a insulina rápida antes das refeições, a glicemia durante o dia baixará. Isso faz dessa alternativa a correta.

    Letra C: As sulfonilureias de segunda geração como a Glibenclamida são conhecidas pelo seu efeito adverso de hipoglicemia em idosos. Por essa razão, essa alternativa provavelmente não resolverá a situação.

    Letra D: Aplicar insulina glargina pela manhã é não é uma boa opção, pois ela não tem pico. Isso significa que ela atuará praticamente do mesmo jeito durante todo o dia, independente de quando for aplicada. Assim, a hipoglicemia noturna continuaria e a hiperglicemia pós-prandial tambem, pois a insulina basal já está mais que suficiente, enquanto a necessidade por insulina bolus continuaria.

    Letra E: É uma boa opção para cessar a hipoglicemia noturna, porém não impedirá a hiperglicemia durante o dia. Ainda assim, não faz sentido compensar uma superdose com a ingestão de um alimento, se podemos simplesmente diminuir a posologia e tornar o tratamento mais tolerável e barato.

Desse modo, o item correto é a B).

Referências:

https://www.diabetes.org.br/publico/diabetes/insulina – Sociedade Brasileira de Diabetes


 

Baixe aqui!

Clique na imagem abaixo e se delicie com nosso E-book em PDF para levar onde quiser.