Você sabe usar “Base Excess”?

21/04/2018 12:28

ARTIGO: DIAGNOSTIC USE OF BASE-EXCESS IN ACID-BASE DISORDERS

    Dentre todos os parâmetros bioquímicos conhecidos, sem dúvidas, o pH sanguíneo é um dos mais importantes para a manutenção da homeostasia. Qualquer mínima variação em direção à acidose ou à alcalose é suficiente para o nosso corpo lançar mão de vários mecanismos compensadores, na intenção de mantê-lo na faixa normal. Esse controle é tão importante que variações extremas de pH (ou nem tão extremas assim) são um dos motivos conhecidos de Parada Cardiorrespiratória.

    Pensando nisso, é necessário que nós, médicos, saibamos manejar muito bem tais distúrbios. Mas, antes disso, precisamos saber identificá-los e diagnosticá-los. Nesse contexto, o NEJM publicou na semana passada uma revisão sobre o uso do Base Excess como ferramenta diagnóstica dos distúrbios ácido-base. Gostaria de aprender a fazer isso? Então, acesse o resumo do artigo clicando aqui e, para lê-lo na íntegra, basta acessar pelo Periódico CAPES.

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!